Televendas

(62) 3272-3700

Rua dos Cravos N° 548 Lt 01

St. Pq. Oeste Industrial, Gyn.GO

home-bg

Novos incentivos melhoram a competitividade da indústria, avalia CNI

Medidas anunciadas pela presidente Dilma Rousseff atendem ao conjunto de propostas apresentadas ao governo pelo Fórum Nacional da Indústria.

As medidas de política industrial anunciadas nesta quarta-feira(18) pela presidente da República,Dilma Rousseff,ajudarão a indústria brasileira a recuperar a competitividade e estimularão os investimentos no país.

A avaliação foi feita pelo presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade.

"Todos os setores saíram muito otimistas.

Estamos sentindo que realmente está sendo feita alguma coisa para a indústria brasileira.

As propostas vão no sentido do Brasil crescer mais e melhor",completou ele ao deixar a reunião no Palácio do Planalto,em que Dilma Rousseff,os ministros Guido Mantega, da Fazenda, e Mauro Borges, do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior,anunciaram as medidas a 36 empresários integrantes do Fórum Nacional da Indústria, da CNI.

Andadre informou que a CNI integrará grupos de trabalho para estudar novas medidas de estímulo ao setor produtivo, em conjunto com os Ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e da Fazenda.

Nesses grupos devem ser estudadas medidas setoriais para atender alguns ramos específicos, como o de máquinas e equipamentos, têxtil e químico, por exemplo.

Além disso, segundo Andrade, a presidente Dilma pediu que a CNI apresente propostas para reduzir a burocracia no país, principalmente na área tributária.

De acordo com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, as medidas objetivam estimular a competitividade da indústria brasileira e fazem parte de um processo contínuo de avaliação dos problemas e apresentação de soluções.

"Para aumentar a produtividade precisamos reduzir custos e aumentar a qualificação do trabalhador."

Fonte.Portal CNI